Posts Tagged ‘aeroportos’

Aeroporto Salgado Filho integra lista de possíveis concessões

No Comments »

Aeroporto Internacional Salgado FilhoA visita do Ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha trouxe uma série de novidades para o Aeroporto Internacional Salgado Filho. O que antes eram apenas especulações agora tomam forma de maneira mais certeira por parte do Governo Federal. Padilha afirmou, por exemplo, que a pista do aeroporto não será ampliada, mas que o terminal pode ser entregue à iniciativa privada em breve.

O Aeroporto Internacional Salgado Filho, segundo dados oficiais da Secretaria Nacional de Aviação Civil, integra uma lista de 12 aeroportos que podem ser repassados à inciativa privada por meio de leilões. Caso do Aeroporto Internacional de Guarulhos e do Aeroporto Internacional de Brasília, entre outros.

De acordo com o Ministro, anteriormente a empresa que administrasse o aeroporto teria como compromisso construir um terminal de cargas e passageiros no município vizinho de Portão, o chamado Aeroporto 20 de Setembro. Porém devido à urgência em realizar a concessão talvez não haja mais esta contrapartida por parte do governo e o grupo investidor teria apenas compromissos com Aeroporto Salgado Filho.

O leilão que definirá o futuro do aeroporto ainda não possui uma data precisa, assim como o início das obras do aeroporto de Portão e, muito menos do aeroporto de Vila Seca, no município de Caxias do Sul – na serra gaúcha.

O governo ainda avalia as possibilidades de construção do aeroporto de Portão. Até o momento é possível considerar que, caso a obra saia do papel, o terminal contaria com quatro pistas de 4 quilômetros de extensão cada.

Cargas aéreas prejudicadas

Com a falta de investimentos para a ampliação de pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho, muitos representantes do setor de Logística e Infraestrutura estimam que o RS deixa de faturar cerca de US$ 3,3 bilhões por ano em transporte de cargas aéreas.

Segundo Paulo Menzel – Presidente da Câmara Brasileira de Logística – com cerca de 1 km a mais de pista no Aeroporto Salgado Filho aviões cargueiros poderiam pousar e decolar semanalmente no terminal. Para ele, ao contrário do que fala o Ministro Eliseu Padilha, existe demanda para tal ampliação.

Para o dirigente a construção do Aeroporto 20 de Setembro levaria até vinte anos para a conclusão e isso é muito prejudicial para a economia do Estado. Menzel finaliza dizendo que a construção da pista do Salgado Filho se pagaria em menos de um ano e que vinte anos é tempo demais para esperar.

 

 

Aeroporto Internacional Salgado Filho


Número registrado de desembarques aumenta em relação a 2011

No Comments »

BrasíliaOs números registrados de desembarques de passageiros nos voos nacionais e internacionais, no mês de fevereiro, aumentaram em relação ao mesmo mês do ano passado. Os voos domésticos, subiram 11,12%, e os voos internacionais 15,37%, comparando com fevereiro de 2011. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, comentou o número de voos registrado, afirmando que estão num bom caminho. “As perspectivas são extremamente positivas para o turismo brasileiro com a aproximação dos grandes eventos”, acrescenta o ministro.

Os voos domésticos no mesmo período foram de R$ 6,24 milhões, contra R$ 5,62 milhões registrados em fevereiro do ano passado. Os desembarques de voos internacionais subiram de 693 mil para 799 mil, no segundo mês deste ano. Nos dois casos, os números representam recordes na série histórica para os meses de fevereiro. Os desembarques de voos nacionais e internacionais, que consideram também o retorno de brasileiros do exterior, são apurados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária – Infraero. Com 38 anos de tradição e credibilidade no mercado, a Infraero é uma empresa pública nacional habituada à diversidade brasileira.

Sediada em Brasília, está presente em todos os Estados brasileiros. Vinculada à Secretaria de Aviação Civil, a Infraero administra desde grandes aeroportos brasileiros até alguns tão pequenos que ainda não recebem voos comerciais regulares e são aeroportos que têm como função representar a soberania nacional em áreas longínquas.