Normalização dos voos após furacão Sandy

SandyO Furacão Sandy afetou vários países – Jamaica, Cuba, Bahamas, Haiti, República Dominicana, e alguns estados da costa leste dos Estados Unidos, entre eles Nova Iorque e Nova Jersey – no passado dia 28 de Outubro, de 2012. Foi apelidado de Frankenstorm por ter previsão de chegar ao leste do Canadá no dia das bruxas. Em consequência foram cancelados vários voos para Nova Iorque, pois Sandy foi elevado à categoria de furacão, no dia 24 de outubro de 2012, antes de entrar na Jamaica. No dia 25 de outubro entrou no território cubano como um furacão de categoria 2. No início do dia 26 de outubro, estava sobre as Bahamas e no dia 27 de outubro, voltou a enfraquecer para categoria 1.

Após cinco dias paralisados, aeroportos dos Estados Unidos voltaram a funcionar. Desde domingo (28) que diversos voos dos EUA com destino ao Brasil e vice-versa foram cancelados devido ao furacão Sandy. O balanço final revela que o furacão matou cerca de 64 pessoas no país. Um dos primeiros voos a vir diretamente de Nova York para o Brasil foi o 8081, das linhas aéreas TAM. A aeronave fez escala em São Paulo e seguiu para o Rio de Janeiro, aterrissando no Aeroporto Internacional Galeão. Segundo o testemunho do ator José Wilker, que também estava no primeiro dos voos de Nova York, o sistema de segurança na cidade é forte, devido à tragédia do onze de setembro, e ajuda nessas situações. “Eles criaram uma organização grande para encarar essa e outras circunstâncias, o que, de certa maneira, é eficiente e tranquilizador”, concluiu o ator que ficou 15 dias na cidade.


Leave a Reply

Spam protection by WP Captcha-Free